| projeto de arquitetura

O que é?

É a arte que alia técnica e intenção estética na criação de espaços para abrigar as mais diversas atividades humanas. Envolve desde o projeto de edificações, a qualquer outro ambiente construído de utilidade para o homem.

‘‘Para mim, fazer arquitetura é idealizar a obra visando a resolver, com intenção plástica, o problema proposto, de acordo com a época, os materiais e as possibilidades técnicas: analisando e considerando os fatores externos que nela influem; respeitando imposições e hábitos do meio: detalhando e articulando todos os elementos componentes e buscando sempre a verdade, quanto à finalidade e função, tanto na forma como no uso dos materiais.’’ (Jorge Machado Moreira).


Etapas

1. Análise do Terreno: o arquiteto pode ser contratado para orientar desde a escolha do terreno onde será implantado o projeto, considerando aspectos que permitam a melhor coerência com o que será proposto, tais como: localização, topografia, insolação, ventilação natural, vizinhança, impactos ambientais, uso do solo vigente, acessibilidade, dentre outros fatores.

Tendo já o terreno escolhido, como na maioria dos casos, o cliente deverá apresentar a localização, o levantamento métrico e topográfico deste para que o arquiteto faça uma análise dos aspectos físicos, naturais, entorno e legais (uso do solo / impacto de vizinhança) da propriedade.

2. Briefing: traduzido do inglês, este termo significa ‘‘instruções’’, nada mais é que uma coleta das informações iniciais e diretrizes que irão orientar o desenvolvimento do Projeto. Geralmente é feito a partir de um questionário para investigar as necessidades de programa (ambientes a serem planejados – seus usos e hierarquias), a performance (predileção por alguns materiais ou até mesmo desempenho termo-acústico da edificação pretendidos) e as preferências estéticas/formais (volumetria, cores, texturas, estilos, etc).

Também é abordado nesta etapa, o orçamento disponível para investimento na construção e os prazos acordados para a entrega do projeto, a inicialização e a finalização da obra.

3. Estudo Preliminar: Constitui a configuração inicial da solução arquitetônica proposta, considerando as principais exigências contidas no programa de necessidades elaborado com os dados coletados nas etapas anteriores.

4. Anteprojeto e Projeto Legal:  A partir da aprovação do Estudo Preliminar pelo cliente, determina-se a configuração definitiva do Projeto (Anteprojeto), na qual apresenta-se todas as especificidades propostas para o ambiente.

Já o Projeto Legal, é a configuração técnico-jurídica que atende à legislação urbanística municipal, estadual e federal pertinentes, viabilizando sua aprovação pelos órgãos competentes.

5. Projeto executivo: É o desenvolvimento e o detalhamento do Projeto Legal aprovado pelos órgãos competentes, compatibilizado com os demais projetos produzidos por outros profissionais técnicos (projeto estrutural, elétrico, hidro-sanitário, etc), se houver.

Nele haverá todas as informações necessárias à execução da obra, incluindo cotas, níveis, vãos, especificação dos materiais de acabamento e demais componentes construtivos.

6. Acompanhamentos: é importante a participação do autor do projeto nas compras em lojas e fornecedores, para ajudar na escolha de itens previamente especificados nos detalhamentos ou similares.

Também é fundamental o acompanhamento in loco nas principais etapas da obra até a montagem final para garantir a execução conforme o projeto, esclarecer possíveis dúvidas dos demais profissionais envolvidos na obra e resolver problemas inesperados.


veja os projetos de arquitetura

© Copyright 2017 - Á R I A arquitetura | Avenida 136, Qd. F4, Ed. Nasa Business Style, Sala B18, St. Sul, Goiânia (GO) | contato@ariaarquitetura.com | + 55 62 99265-7701